VisitAlgarve - Portal de Turismo do Algarve

É útil saber

É útil saber

Sinta-se em casa no Algarve.

Aqui encontra tudo o que precisa de saber sobre a região para que possa simplesmente relaxar nas suas férias e sentir-se tão algarvio como nós. Confira horários de serviços, informações legais, de condução, contactos úteis, transportes e muito mais antes de viajar. 

  • Serviços

    Bancos
    De segunda a sexta-feira: 8h30 – 15h
    Encerram aos Sábados, Domingos e nos feriados obrigatórios.

    Correios
    De segunda a sexta-feira: 9h – 18h
    As estações centrais e as dos aeroportos estão abertas ao sábado.

    Farmácias
    De segunda a sexta-feira: 9h – 13h / 15h – 19h
    Sábado: 9h – 13h

    Comércio
    De segunda a sexta-feira: 9h – 13h / 15h – 19h
    Aos sábados, de Janeiro a Novembro, o comércio fecha às 13h; em Dezembro, funciona de segunda-feira a sábado, das 9h às 13h e das 15h às 19h. Existem ainda numerosos centros comerciais cujo horário de funcionamento é mais alargado, sendo habitualmente das 10h às 24h.

    Restaurantes
    Abertos para o almoço entre as 12h e as 15h e para o jantar entre as 19h e as 22h.

    Museus Nacionais
    Abertos das 10h às 18h
    Terças-feiras: 14h – 18h
    Fechados: segundas-feiras; Sexta-feira Santa; Domingo de Páscoa, 1 de Maio e 25 de Dezembro.

    Loja de Apoio ao Utente da A22:
    Rua Marçal Aboim, Lote 1 - R/C
    Olivais de Santo António 
    8100-705 Loulé
    Horário de Funcionamento:
    De 2a a 5a feira das - 09H00 às 18H00
    6a feira das - 09H00 às 16H00
    Horário de Almoço das - 13H00 às 14H00
    Encerrado - Sábado e Domingo
    Tel. 707 201 292
    http://www.vialivre.pt/contactos.aspx

     

  • Alojamento

    No Algarve, é fácil encontrar o alojamento adequado para as férias desejadas. Além de uma oferta variada de excelentes estabelecimentos hoteleiros, apartamentos, moradias e parques de campismo, existem pousadas do Estado espalhadas por toda a região.

     

    As unidades hoteleiras têm a seguinte classificação:

    Hotéis: Com prestação diversificada de serviços e possível fornecimento de refeições, estão classificados de 1 a 5 estrelas, variando estas consoante a qualidade das instalações e serviços, bem como, a localização dos estabelecimentos.

     

    Hotéis Apartamento: Fruindo de todos os serviços de um Hotel, estes são a garantia de uma maior independência para quem os procura, estando classificados de 2 a 5 estrelas.

     

    Pousadas: Situadas em locais privilegiados ou em antigos mosteiros, castelos e palácios, as pousadas organizam-se por: Histórica, Design Histórico, Natureza e Charme. Neste tipo de alojamento aconselha-se a marcação prévia (ENATUR – Pousadas de Portugal: www.pousadas.pt).

     

    Aldeamentos Turísticos: Meios complementares de alojamento classificados de 3 a 5 estrelas, os aldeamentos estão localizados em espaços que englobam vários serviços e equipamentos de apoio.

     

    Apartamentos Turísticos: Quem pretenda autonomia completa pode optar por estas unidades de classificação variável entre as 3 e as 5 estrelas.

     

    Conjuntos Turísticos / Resorts: Os Resorts são uma boa escolha para quem gosta de ter vários serviços e equipamentos de lazer disponíveis num mesmo espaço e acesso a diferentes opções de alojamento, seja um hotel de 4 ou 5 estrelas ou outro tipo de empreendimento turístico.

     

    Turismo de Habitação: Quem prefere um acolhimento de natureza familiar, pode optar por ficar em solares, casas apalaçadas ou residências de reconhecido valor arquitectónico, histórico ou artístico, seja num ambiente rural ou urbano.

     

    Turismo no Espaço Rural: Caracterizado por um acolhimento em casas rústicas, com características próprias do meio rural em que se inserem, o Turismo no Espaço Rural permite um contacto mais directo com as populações, os seus usos e costumes e com a própria Natureza. Estas unidades de alojamento podem estar classificadas como:

    • Casas de Campo - estão situadas em aldeias e espaços rurais e mantêm a traça, materiais de construção e outras características da arquitectura local;
    • Agro-turismo - são unidades integradas numa exploração rural, onde os turistas podem participar nos trabalhos agrícolas, se assim o desejarem;
    • Hotéis Rurais - classificados de 3 a 5 estrelas, estão inseridos em zonas rurais, respeitando o traçado e as características arquitectónicas da região onde se situam.

     

    Campismo - Os parques de campismo dividem-se em dois grupos, cuja classificação varia entre 1 e 4 estrelas: os públicos, quando permitem o acesso aos visitantes em geral, depois de o pagamento ter sido efectuado; e os privativos, sempre que o acesso esteja reservado a associados ou beneficiários da entidade exploradora. Estes últimos deverão apresentar a letra «P».
    Para pernoitar, o campista deverá identificar-se ou através do respectivo passaporte, ou do bilhete de identidade, ou da carta de campista passada por um organismo nacional, caso seja exigida, ou ainda do «carnet camping» da Federação Internacional de Campismo e Caravanismo (F.I.C.C).

     

    Turismo de Natureza - Sempre que um empreendimento turístico estiver situado numa área de natureza protegida ou classificada com valor natural é integrado na prática de Turismo de Natureza, reconhecida pelo Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade. Neste caso, devem disponibilizar equipamentos e serviços que possibilitem o usufruto e a interpretação da natureza.

     

    Observações: Em todos os estabelecimentos hoteleiros, restaurantes e agentes de viagens é obrigatória a existência de livro de reclamações.

  • Saúde

    Em situação de emergência telefone para o 112, o número nacional de socorro.

    A chamada é grátis e o atendimento é feito em três idiomas: Português, Inglês e Francês. Se necessitar de assistência médica recorra ao Centro de Saúde local pois os serviços de urgência dos Hospitais devem ser utilizados apenas em situações graves.

     

    Contactos:

    Cruz Vermelha de Faro - Tel.: (+351) 289 899 900

     

    Hospitais

    Faro -  Tel.: (+351) 289 891 100

    Lagos - Tel.: (+351) 282 770 100

    Portimão - Tel.: (+351) 282 450 330

  • Dinheiro

    Em Portugal, a unidade monetária é o Euro, à semelhança de outros países da União Europeia (Espanha, França, Luxemburgo, Alemanha, Itália, Irlanda, Bélgica, Holanda, Finlândia, Áustria, e Grécia). Uma das vantagens da moeda única é a desnecessidade de ter de se cambiar dinheiro, dado que pode ser usada em qualquer um destes Estados-membros.

    Para as moedas, estabeleceram-se oito valores faciais: 1, 2, 5, 10, 20 e 50 Cêntimos e 1 e 2 Euros. Todas elas têm uma face comum aos doze países e outra nacional, que difere de Estado para Estado.


    Sabia que...
    Um Euro divide-se em 100 cêntimos. Em Portugal, a face nacional do Euro apresenta o selo de autenticação régia de D. Afonso Henriques.


    As notas
    Existem sete notas, nas quais a frente e o verso são idênticos para os doze países aderentes: 5, 10, 20, 50, 100, 200 e 500 Euros.


    Sabia que...
    Nas notas, estão representados os sete períodos da história arquitectónica europeia. As pontes simbolizam a dinâmica de cooperação, enquanto as portas correspondem ao espírito de abertura dos povos europeus.

    Cada nota tem uma cor dominante para a sua fácil distinção.

    Quanto maior for o valor da nota, maior é o seu tamanho.

     

    Cartões de crédito e de débito
    A maior parte dos estabelecimentos portugueses aceita cartões de crédito: Visa, Amex, Eurocard, Euro-cheque, Dinners Club e Mastercard. As caixas multibanco (ATM) existem em grande quantidade por todo o país, estando identificadas com a abreviatura "MB".

  • Transportes

    Como deslocar-se no Algarve

    Comboios
    Estações e apeadeiros nas principais localidades entre Lagos e Vila Real de Santo António.

     

    Transportes urbanos
    Transportes colectivos nas principais localidades.

     

    Táxis
    Cor: bege ou preto e verde
    Tabela de preços de afixação obrigatória no interior do táxi.
    Agravamentos de tarifa: 20% entre as 21h00 e as 6h00, e ao fim-de-semana; taxa fixa aplicada a bagagem transportada na bagageira.

     

    Aluguer de viaturas
    Serviço de aluguer de viaturas com ou sem condutor nas principais localidades, unidades hoteleiras e agências de viagens.
    Condições obrigatórias: Bilhete de Identidade válido (cidadãos da União Europeia), passaporte válido (cidadãos de outras nacionalidades), idade mínima de 21 anos. Seguro obrigatório.

  • Informações Legais

    Compras em Portugal

    Reembolso do IVA

    Quem o pode receber?
    O viajante com residência num país extra comunitário (comprovando-o mediante a apresentação do passaporte ou de outro documento de identidade oficialmente reconhecido como válido) e com título de transporte direto com destino a um país terceiro (embora possa fazer escala noutro Estado membro antes de prosseguir o voo com destino a um aeroporto não comunitário; em caso de haver transbordo, os bens deverão ser transportados na bagagem de porão).

     

    Como proceder no momento da compra?
    O viajante deverá exigir do vendedor uma fatura em triplicado ou o impresso "Global Blue Tax-free Shopping", com a anotação do documento comprovativo da sua identidade e residência.

     

    A quem se deve dirigir no momento da saída de Portugal?
    Antes de efectuar o check-in, o viajante deve dirigir-se aos serviços da Alfândega, para comprovar a exportação de todos os artigos e garantir a aprovação para o reembolso.

     

    Quais os procedimentos a cumprir?
    ­O viajante deve apresentar:
    -­ O título de transporte
    ­- O passaporte
    ­- Os originais das faturas passadas em forma legal ou os impressos "Global Blue Tax-free Shopping"
    ­- Todos os bens constantes nas referidas faturas ou impressos
    Os serviços aduaneiros confirmam a exportação dos bens e carimbam o original das faturas ou os impressos "Global Blue Tax-free Shopping";
    Os viajantes remetem ao(s) vendedor(es) o original de cada uma das faturas devidamente carimbadas (ou à empresa Global Blue, caso tenham sido utilizados os respetivos impressos).

     

    Quais os requisitos em relação aos bens?
    Terem sido adquiridos há menos de 90 dias;
    Terem valor igual ou superior a 61,35€, com imposto incluido, por fatura;
    Serem adquiridos para fins privados;
    Não se tratar de bens de equipamento ou abastecimento de barcos ou de qualquer meio de transporte de uso privativo.

     

    A quem compete o reembolso do IVA?
    Compete ao vendedor (ou à empresa Global Blue), reembolsar o imposto ao viajante, após a recepção do original da fatura no prazo de 150 dias (ou do impresso Global Blue Tax- Free Cheque), devidamente carimbada pelos serviços aduaneiros.

  • Condução

    Em Portugal conduz-se pelo lado direito, sendo obrigatório, para os veículos ligeiros e pesados, o uso do cinto de segurança para todos os passageiros e, no caso dos velocípedes, o capacete.

    A legislação em vigor proíbe a utilização do telemóvel durante a condução, excepto nas alturas em que o equipamento “mãos livres” do aparelho estiver accionado.

    Os sinais de trânsito obedecem às convenções internacionais.

    O grau máximo de alcoolemia é de 0,5 g/litro.

    Existem estações de serviço nas principais localidades, auto-estradas e estradas principais que estão abertas 24 horas por dia. As bombas de gasolina apresentam um horário variável.

     

    Limites máximos de velocidade para os automóveis ligeiros sem reboque e motociclos:

    Cidades e localidades: 50km/hora

    Estradas principais: 90km/hora

    Vias reservadas a automóveis: 100km/hora

    Auto-estradas: 120km/hora  

     

    Documentos obrigatórios:

    Documento de identificação pessoal

    Título de condução

    Certificado de seguro

    Título de registo de propriedade do veículo ou documento equiparado

    Documento de identificação do veículo (livrete) ou documentos equivalentes

Info-Agenda

Subscreva a nossa info-agenda e receba regularmente toda a informação de eventos no Algarve.

Consulte a nossa Política de Privacidade