VisitAlgarve - Portal de Turismo do Algarve

Percurso dos Sete Vales Suspensos

Este percurso desce e sobe barrancos que quase sempre desembocam acima do nível do mar - os vales suspensos. Num passado distante, cada vale suspenso esteve associado à foz de uma ribeira, devendo a sua formação a um recuo rápido do litoral não acompanhado pelo entalhe da linha de água.

A ação das águas doces e salgadas resulta na formação de um modelado rendilhado da costa, designado por paisagem cársica, com uma notável diversidade de geoformas que se podem observar na Praia da Marinha: arcos, grutas, algares e leixões.

A Praia de Benagil surge associada à foz de uma ribeira torrencial que esculpiu um barranco estreito na arriba. Esta praia abrigou uma comunidade piscatória dedicada às artes artesanais; hoje em dia, as embarcações ocupam-se sobretudo das visitas às grutas marinhas.

Na Praia do Carvalho, acede-se ao areal por um túnel escavado nos calcários macios do Miocénico, onde se observa a profusão de conchas marinhas agregadas na matriz da rocha. No matagal costeiro de cariz mediterrânico, encontra-se a palmeira-anã, a única palmeira europeia, e avista-se a toutinegra-de-cabeça-preta, uma pequena ave típica da região.

Ao verde denso da vegetação mediterrânica sucede-se uma paisagem de características lunares, onde domina a rocha clara e nua. Sobre este grande penedo, o Leixão do Ladrão, contam-se lendas antigas, como a da princesa moura que chora a morte do amante, originando com as suas lágrimas o rendilhado típico da rocha calcária.

Na envolvente do Farol de Alfanzina, cresce um bosque de pinheiro-de-Alepo, uma das poucas árvores que coloniza estes terrenos pedregosos e áridos. Aqui, os pinhais funcionam como ilhas ecológicas para os chapins, o melro ou o mocho-galego. A vegetação densa favorece mamíferos como o coelho, o saca-rabos ou a raposa.

Info-Agenda

Subscreva a nossa info-agenda e receba regularmente toda a informação de eventos no Algarve.

Consulte a nossa Política de Privacidade