VisitAlgarve - Portal de Turismo do Algarve

Falar Algarvio

Como em outras regiões de Portugal, também no Algarve os ditos, expressões e sotaques mostram diferenças bem marcadas em relação ao português padrão, mas devido ao prolongado isolamento a que esteve sujeito, as particularidades do falar algarvio são maiores. Convém lembrar que, até há menos de um século, as ligações com o resto do país, à exceção do Baixo Alentejo, quase só por via marítima se faziam.

Às vezes, a forte individualidade do sotaque algarvio põe à prova a compreensão por parte dos que não estão familiarizados, mas essa aproximação faz parte do charme e prazer de viajar, porque os termos e modos de dizer traduzem a identidade e herança cultural dos sítios e das gentes.

O falar algarvio é bem mais do que um sotaque, traduz uma maneira de estar, com os seus ditados tradicionais, as suas famosas e coloridas pragas, a vivacidade e ritmo das conversas. As pragas algarvias, por exemplo, são irónicas, maldosas e mordazes, e trazem laivos de superstição. Fazem parte de uma tradição oral, principalmente do litoral, e não podem deixar de convocar sorrisos e cumplicidades.

Tudo isto é indissociável da rica história desta região, que tem na língua marcas árabes, de português arcaico, de neologismos, de falas de marinheiro, sinais que mudam conforme se está à beira-mar, nos montes e serras, a barlavento, ou mais perto da fronteira.

É uma das características mais marcantes do Algarve, o seu sotaque e a sua fala divertida e bem-disposta, cheia de humor, que reflete esta terra de sol e contrastes, de onde se partiu há seculos para descobrir o mundo, e que hoje abre os braços para bem receber todos os que a queiram visitar. 

Info-Agenda

Subscreva a nossa info-agenda e receba regularmente toda a informação de eventos no Algarve.

Consulte a nossa Política de Privacidade